We have determined your location to be:    

Caminhos para o varejo III

1. Roteiro básico para o varejo de sucesso:

  • Crie campanhas promocionais baseadas em desejos e não em produtos. Os desejos estão mais acentuados hoje e são prioridades maiores que as limitações financeiras para os consumidores. Todos estão na fase: “eu mereço”.
  • Chegue mais perto do cliente – na guerra da venda de balcão, na guerra com os produtos substitutos e na guerra com a venda direta dos fornecedores, terá a vez o varejo que for até o cliente (assinatura de flores, quiosques moveis, participação em feiras, etc.)
  • Deixe experimentar – para os gardens centers, onde a venda na loja é essencial, ofereça brindes por visita e faça um concurso de jardinagem com clientes (reserve um local na loja para essa exposição). Crie uma tribo no entorno da loja!

2. O aumento dos negócios com cartão de credito tem feito as lojas aderirem a essa ferramenta naturalmente. TRES aspectos, contudo, devem ser levantados:

  • Usar a facilidade do cartão para provocar vendas de valor maior (parceladas) ou de impulso (de produtos populares). Como a maquina tem um custo fixo, quanto maior o valor movimentado, menor o custo por operação.
  • A loja deve registrar-se na companhia de cartão de credito com um nome “jurídico” que não denuncie o tipo de comercio. Muitas vezes o comprador está levando o produto para outra pessoa e tudo que ele não quer é que esse lançamento possa ser visto no seu extrato do cartão de credito. Muitas lojas erram aqui.
  • O aumento das vendas por cartão de credito obriga a loja a se tornar formal, pois esses dados são depois cruzados com a declaração de vendas.

3. Dica de formação de preço no varejo:

  • O custo da mão de obra deve girar em torno de 20% do preço final. Veja quantos arranjos você tem vendido e calcule 20% para saber se esse valor cobre seus gastos com pessoal.
  • As flores devem corresponder a cerca de 60% do valor das vendas. Veja quanto você vendeu, calcule 60% e compare com suas compras do mês. O valor esta adequado?

4. Merchandising para Gardens – pontos de atenção:

  • Não ser verde demais – ter o miolo com flores em vaso
  • Não ser sufocado demais – permitir visão de produtividade
  • Não ter produtos velhos, doentes ou danificados nas gôndolas
  • Não ter buracos nas gôndolas
  • Ter comunicação visual
  • Ter piso de concreto para circulação de carrinhos
  • Não ser escuro
  • Ter uma lanchonete

5. Dicas de merchandising para floriculturas:

  • Não ser escura
  • Cuidado com a conservação predial
  • Expositores criativos e provocantes
  • Vitrine criativa e limpa
  • Variedade de flores
  • Espaço de circulação
  • Local reservado para cartões
  • Fachada diferenciada
  • Local reservado para cartões
  • Espaço para outros produtos
  • Ações promocionais

6. Agregando valor no Orquidário; Há seis anos o Orquidário Morumbi passou a ser capitaneado por Julia Meyer. Ela percebeu que os freqüentadores queriam mais do que comprar orquídeas. Queriam contemplar. Estavam ali para um passeio e para conversar. Dessa observação veio a idéia de montar um bistrô e depois formar grupos para aprender mais sobre o cultivo dessas flores. Agora, a novidade são os cosméticos inspirados nas orquídeas; aromatizador de ambiente, hidratante, sabonete liquido, sais de banho, sabonete em barra e outros. Fonte; Revista Bons Fluidos

7. O site ebit é um serviço de avaliação de atendimento na WEB. Ele esta associado às principais lojas virtuais. Depois da compra o cliente recebe um formulário e pontual o serviço. Dessa pontuação é criado um ranking que acaba servindo de referencia para os demais compradores. Para você ele serve de modelo para avaliar seu projeto de vendas virtuais ou ainda seu atendimento de balcão. Sugestão – vá até o site ebit e imprima o critério de avaliação usado. Depois aplique ao seu negocio de balcão e veja as prioridades de melhoria. Essa dica é ouro, mas não vou cobrar nada de você, que é nosso leitor fiel!


Boa semana

Augusto Aki
[email protected]