We have determined your location to be:    

A importância da capacitação para o florista


No livro “Pai rico, pai pobre”, um sucesso de vendas dos últimos anos, o autor diz que na vida econômica você pode ter quatro papeis:


A maior parte dos floristas se considera um empreendedor, mas na verdade esta na categoria autônomo (com funcionários). Isso ocorre porque não estamos preparados adequadamente para essa empreitada. Isso significa que o negocio tem pouca força de renovação, de competitividade e depende altamente das horas de trabalho da proprietária (o).


Hoje sabemos que o Brasil inicia um grande ciclo de crescimento. Sabemos também que o setor de flores passa por uma drástica transformação. Muitos têm fechado suas lojas e se transformado em prestadores de serviço, para fugir dos custos fixos. Esse é um caminho que também ocorreu em outros países, mas responde apenas parte da questão. Ser empreendedor, mesmo para um prestador de serviço também é um desafio e precisa ser uma meta, pois aqueles que conseguirem, herdarão o mercado.


Há oportunidades. As pessoas comemorarão mais as datas familiares (15 anos, bodas pequenas, final de ano, etc.), as empresas consumirão mais flores (assinatura de flores), haverá mais eventos corporativos (feiras). Contudo, apenas alguns abocanharão essa nova fatia.


Você pode pensar que fazer mais propaganda pode ser a solução, mas não é. Um grande negocio é aquele que é forte dentro das quatro paredes, e para nossa tristeza, a maior parte das lojas não é. Eu sei que você é trabalhadora, que luta 10 a 12 horas por dia, que faz decoração de final de semana e que está a todo o momento correndo atrás de incêndios, mas não é essa a questão. Não é a quantidade de trabalho, e sim a direção da empresa que importa.


Uma empresa, para ser mais competitiva precisa de:


Já deu para perceber que os resultados são construídos dentro da empresa e não é  a propaganda que salvara. Isso tudo passa pela capacitação do florista:


O SEBRAE tem dois bons cursos para o iniciante: Empretec e Aprender a Empreender


As livrarias estão lotadas de outras fontes. Existe ainda a internet com conteúdo vastíssimo (ver www.negocioscomflores.com.br), enfim, caminhos existem. Eu sei que é mais fácil escrever do que fazer, mas também sei que a vida do florista é bastante solitária e ele não tem muitos a quem recorrer para saber se esta no caminho certo. Considere essas possibilidades e necessidades citadas e faça uma avaliação da sua situação.


Trace um plano onde houver deficiências e vá atrás da sua capacitação. Existe uma terra onde jorra o “leite e o mel”, mas somente os mais capacitados chegarão lá.


Augusto Aki

[email protected]

www.negocioscomflores.com.br